Programação

  • Nome do curso

    Notificação de violências: conceitos e aplicação


    Este curso, sobre os conceitos de violência e os procedimentos de notificação de casos suspeitos ou confirmados de violência no Sistema Único de Saúde (o SUS), tem o intuito de apresentar a violência, um termo complexo e polissêmico, como um problema de saúde pública.

    Você poderá, ao longo dos três módulos, conhecer sobre alguns dos conceitos essenciais que se relacionam com a violência, refletir sobre a dimensão desse fenômeno na sociedade e, o mais importante, apropriar-se de instrumentos para agir frente a situações de violência.

    Apresentaremos como as instituições e os serviços públicos ou privados podem notificar casos individuais de violência e acionar a rede de enfrentamento e de cuidados em saúde, com o uso da ficha de notificação de violência interpessoal e autoprovocada do SINAN, o Sistema de Informação de Agravos de Notificação do SUS.

    Neste curso, você que é profissional da área de saúde, da educação, da assistência social, da segurança, do conselho tutelar ou integrante da rede de enfrentamento terá habilidades e competências práticas de transformação da realidade e do cuidado em saúde das pessoas vítimas de violência.

    Se você for estudante, de qualquer nível de ensino, em especial nas áreas da saúde, do direito, da educação e licenciaturas, da assistência social e outras áreas afins, neste curso vocês terão uma formação complementar para a promoção da cultura de paz e do cuidado de pessoas em situação de vulnerabilidade.

    A concepção, o desenvolvimento e execução desse curso faz parte do projeto oriundo da parceria interinstitucional da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, pelo Departamento de Saúde Coletiva, do Instituto Federal do Rio Grande do Sul, da Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Sul e da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul e do Ministério da Saúde, pelo edital público de financiamento de projetos do Programa de Pesquisa para o SUS (PPSUS).

    A sua relevância, no contexto atual das situações endêmicas globais de violência, é ainda mais elevada, ao possibilitar a compreensão teórica da violência como problema de saúde e indicar os seus tipos e as formas de manifestação e, o mais importante, enfrenta-la para mudar a realidade social, promovendo a saúde, sobretudo de populações vulneráveis, como a população negra, LGBTI+, em situação de rua, indígena, de imigrantes, povos tradicionais e ciganos.

    Para o percurso de ensino e aprendizagem serão apresentados três módulos. Começaremos pela Introdução aos Conceitos Essenciais, que possui três aulas: a primeira sobre a definição e os tipos de violência interpessoal e autoprovocada; a segunda sobre o impacto da violência e o seu panorama atual; e a terceira, onde apresentaremos as raízes da violência, as suas manifestações e os seus sintomas.

    O segundo módulo, intitulado Desvendando as Violências, possui seis aulas. A Aula 1 abordará a violência juvenil e sobre abuso, negligência e a violência auto infligida. Na aula 2, o tema será a Violência e parceiros e parceiras íntimas. Na Aula 3, o tema será abuso de idosos e idosas e pessoas com deficiência. Na Aula 4, trataremos de violência sexual e na Aula 5 a violência autoinfligida. Para encerrar o segundo módulo, aa sexta aula deste traremos tópicos específicos da violência.

    Finalmente, no terceiro módulo desse curso, apresentaremos como Notificar as Violências e o Sistema Nacional de Informações de Agravo de Notificação, o SINAN, do Sistema Único de Saúde. Neste módulo, teremos duas aulas, a primeira se dedicará a apresentar as características do SINAN. Na última aula abordaremos detalhes explicativos de cada bloco da ficha individual de notificação de violência interpessoal e autoprovocada.

    Com a conclusão do curso, você estará apto e apta a identificar situações de violência e, a depender da tua atuação profissional, notifica-las através do SINAN, fortalecendo a rede de proteção e de cuidados em saúde a pessoas em situação de violência, promovendo a equidade em saúde e aprimorando o SUS.

    Bom curso a todas e todos!

    Atenção! Este curso não possui tutoria, nem professor.

    Atenção: este é um curso de curta duração. Inscrever-se neste curso não significa que o cursista passe a estar ligado a qualquer curso de graduação ou pós graduação da UFRGS, tampouco usufruir de direitos de alunos regularmente matriculados na UFRGS. Os alunos da UFRGS devem consultar os professores para saber se este curso dá direito a créditos complementares ou se ele faz parte de atividades de ensino, pesquisa e/ou extensão.