Seção

  • Orientação de Iniciação Científica na Educação Básica

     

    Edição 2023

     

    Orientações do curso

    Seja bem-vindo ao curso  Orientação de Iniciação Científica na Educação Básica!

    A iniciação científica tem se feito cada vez mais presente na Educação Básica. Projetos de Pesquisa ensinam pensamento crítico, comunicação de ideias e protagonismo em relação à produção de saber. A iniciação científica, do ponto de vista institucional, é uma oportunidade de dar visibilidade à produção dos alunos e professores por meio de mostras dos projetos de pesquisa dos alunos.

    Contudo, não rebemos formação em nossas áreas sobre como orientar alunos em projetos de iniciação científica. Acabamos tendo que “aprender com a prática.” Isso dificulta a implantação desses projetos nas escolas. 

    Sobre esta formação: O objetivo deste curso é capacitar professores a orientar alunos da Educação Básica que nunca tiveram o desafio de produzir um trabalho científico. Esta formação oferece videoaulas, questionários e exemplos de casos práticos, sem necessidade de tutoria. O enfoque é prático, ou seja, voltado a como trabalhar com os alunos para que consigam realizar seus projetos. 

    Que o curso ajude a formar jovens cientistas em nossas escolas e sirva de estímulo à pratica docente!

    Atenção! Este curso não possui tutoria, nem professor.

    Atenção: este é um curso de curta duração. Inscrever-se neste curso não significa que o cursista passe a estar ligado a qualquer curso de graduação ou pós graduação da UFRGS, tampouco usufruir de direitos de alunos regularmente matriculados na UFRGS. Os alunos da UFRGS devem consultar os professores para saber se este curso dá direito a créditos complementares ou se ele faz parte de atividades de ensino, pesquisa e/ou extensão.

    A universidade também não emitirá declaração de conclusão de qualquer um dos cursos, o certificado é o meio disponibilizado para atestar que houve a conclusão do curso.

     

    • Complete as atividades abaixo para iniciar o curso.

      Disponível se: Seu Nome não está vazio
    •           O primeiro passo para bem orientar os alunos é ter clareza sobre quais são as principais características da Ciência e em que aspectos ela se diferencia da opinião. Com base neste ponto fundamental, será possível justificar aos alunos por que motivo há tanto interesse e esforço na promoção da iniciação científica. “Professor, pra que serve todo esse trabalho?”, eles perguntam e logo adicionam “vale nota?” É preciso saber responder a isso e tal é o objetivo desse primeiro módulo.

      Disponível se: Seu Nome não está vazio
    •           Após introduzir aos alunos a o que é a iniciação científica e por que motivo eles realizarão projetos de pesquisa, é preciso definir o tema de pesquisa e realizar seu planejamento. Este é o momento crucial para o sucesso de todo o trabalho, pois boa escolha e delimitação de tema permitirão a elaboração de um bom, claro e objetivo projeto (ou plano) de pesquisa, o que conduzirá ao restante da pesquisa. Por outro lado, más escolhas nessa etapa inicial – talvez resultantes da vontade de logo avançar – podem custar caro e, na verdade, comprometer o sentido de todo o esforço para iniciar os alunos à ciência.

       

      Disponível se: Seu Nome não está vazio
    •           Todo projeto, seja qual for, demanda um planejamento. Que recursos serão necessários? Quanto tempo ele levará para ser executado? Afinal, ele é viável? O mesmo ocorre com um projeto de pesquisa, ele precisa de um planejamento para que consiga atingir seus objetivos. Essa etapa específica de planejamento e definições quanto às hipóteses, metodologia e outros aspectos se materializa em um projeto (ou plano) de pesquisa. É através de dele que qualquer pessoa tomará conhecimento do que se pretende pesquisar, do ponto de partida ao ponto de chegada. É também através dele que é possível avaliar a viabilidade da pesquisa e o que pode ser melhorado.

      Disponível se: Seu Nome não está vazio
    •           Elaborado o Projeto de Pesquisa, é hora de “botar a mão na massa.” A pesquisa é o momento em que se executa aquilo que foi planejado, recolhendo os dados da realidade para testar as hipóteses levantadas. Contudo, isso não se faz de qualquer forma. Ao orientar os estudantes, esse é o momento de mostrar que “a pressa é inimiga da perfeição”: a pesquisa não pode ser realizada de qualquer jeito. A ansiedade deve ser controlada e essa energia transformada em empenho para que os dados reunidos de fato sejam úteis para avançar no conhecimento sobre o tema de pesquisa escolhido.

      Disponível se: Seu Nome não está vazio
    •           Finalmente, é chegada a hora de apresentar a pesquisa às pessoas que não participaram dela. Os resultados da pesquisa se apresentam na forma de um trabalho escrito, resumo, pôster e apresentação oral. Cada um desses possui uma finalidade e um modo específico de ser elaborado. Os alunos precisam entender que, tão importante quanto fazer a pesquisa, é ser capaz de comunicá-la a outras pessoas, já que o conhecimento é uma construção coletiva.

       

      Disponível se: Seu Nome não está vazio
    • Disponível se: Seu Nome não está vazio
    • Disponível se: Seu Nome não está vazio
    • Disponível se: Seu Nome não está vazio
    • Disponível se: Seu Nome não está vazio
    • Disponível se: A atividade Questionário 20 – Fechamento está concluída e aprovada.